www.sulpc.org www.sulpc.org
Bem-vindo
Palavra do Provincial
Companhia
Província do Canadá
Notícias
Serviços
Obras
Como Tornar-se Sulpiciano
Publicações
Doações
Interação
Mapa do Site
Espaço Privado
Ofertas de Emprego
Link
Busca
Seminário de São Sulpício em Montreal (1657)

O Seminário de São Sulpício em Montreal
Le Séminaire de Saint-Sulpice

116, rue Notre-Dame Ouest
Montréal, QC H2Y 1T2

Contatar: Padre Réal Lévêque, PSS, Diretor
Fone: (514) 849-6561, ramal 302

Fax: (514) 286-9021 

E-mail: seminaire.stsulpice@sulpc.org


Durante os primeiros dois anos após a sua chegada em 1657, os sulpicianos são hospedados pelas Religiosas Hospitaleiras de São José, no primeiro hospital de Montreal (Hôtel Dieu), que ocupava um lugar na Velha Montreal e agora atravessado pela Rua Le Royer, que une a Rua Saint-Sulpice à Rua Saint-Dizier. Em 1659, os sulpicianos constroem uma primeira residência em Rua Saint-Paul. Esta residência está localizada no lado norte da rua, em frente da Praça Real (Place Royale), o lugar onde se fazia a leitura dos editos e ordens reais. Em 1676, esta Praça, lugar central da vida e das atividades montrealenses, é cedida aos habitantes pelos sulpicianos - então os senhores da Ilha de Montreal - para servir como praça pública, onde, duas vezes por semana, havia um mercado com mais de 30 barracas de comerciantes que vendiam seus produtos. Atualmente, nenhum traço resta da residência enquanto a Praça Real continua a ser um espaço público, em que parte da qual é ocupada pela antiga Casa de Alfândega, hoje convertida em Loja do Museu Pointe-à-Callière.

No início de 1685, os Sulpicianos passam a ocupar o atual Seminário de São Sulpício, construído segundo o projeto dos Sulpicianos François Dollier de Casson, superior do Seminário de 1678 até 1701, a quem se deve o corpo central do prédio (1685), e François Vachon de Belmont, superior de 1701 até 1732, a quem se devem as duas alas (1705), das quais apenas a ala oeste existe ainda hoje. O desaparecimento da ala leste data dos anos 1850. Isso porque a partir de 1840, Dom Bourget confia aos Sulpicianos a responsabilidade de formar os futuros sacerdotes da diocese. Os Sulpicianos consideram a construção de um edifício adequado para receber os formadores e os seminaristas. O arquiteto e agrimensor John Ostell, que trabalha para os Sulpicianos, é responsável pela supervisão da construção do novo prédio que deve substituir o Seminário. Os trabalhos, iniciados por volta de 1845, são complexos. Algumas dificuldades e várias consultas para resolvê-las levam à decisão de preservar o lugar de residência em seu estado atual e de localizar o lugar de formação em outro lugar.

Desde a sua construção, o Seminário aloja o superior de São Sulpício para a Nova França que, que de 1663 até a abolição do regime feudal em 1854, administrava com um ecônomo a propriedade de Montreal e de São Sulpício. A partir de 1717 acrescenta-se também a administração da propriedade do Lago de Duas Montanhas (Lac-des-Deux-Montagnes).

O Seminário aloja também Sulpicianos em residência e, até 2008, os clérigos da Paróquia de Nossa Senhora de Montreal.

Assim, ainda hoje, o Seminário tem uma vocação múltipla:
Inicialmente, o Superior dos Padres de São Sulpício em Montreal assegurava ele mesmo a administração da Casa com o Ecônomo Provincial, que agora porta o título de Procurador Provincial. Hoje, a fim de concentrar-se na animação e direção da Província do Canadá, o Superior Provincial, com os quatro conselheiros do Conselho Provincial, nomeia um diretor da Casa. A este diretor compete conduzir a comunidade de residentes e assegurar diversos serviços.

sulpc_seminaire_ss.jpg

Seminário de São Sulpício.


ed @ Peter Krasuski Source
    http://www.sulpc.org/ed/sulpc_residences_sssm_pt.html

© 2018 Padres de São Sulpício de Montreal. Todos os direitos reservados. | Realização
Versão para
impressão  Imprimir
Comentários
Recomendar
Menu