www.sulpc.org www.sulpc.org
Bem-vindo
Palavra do Provincial
Companhia
Província do Canadá
Notícias
Serviços
Obras
Como Tornar-se Sulpiciano
Publicações
Doações
Interação
Mapa do Site
Espaço Privado
Ofertas de Emprego
Link
Busca
O Seminário de Manizales (1950-2004)

Seminário de Manizales
Seminario Mayor de Nuestra Señora del Rosario
La Florida, Apartado Aéreo 286,
Manizales (Caldas) Colombia, S.A.

São Sulpício na Colômbia

Manizales   
Pátio do Seminário.
Na segunda metade do século XIX, a perseguição religiosa dos líderes radicais da Colômbia induz vários candidatos ao sacerdócio a completar sua formação no seminário de São Sulpício em Issy-les-Moulineaux, em um subúrbio de Paris. Assim foi o caso de Dom Bernardo Herrera, que primeiro foi Bispo de Medellín, e, posteriormente, Arcebispo de Bogotá. Menção também pode ser feita de Dom Luis Concha, Bispo e mais tarde Arcebispo de Manizales, antes de se tornar o Cardeal Arcebispo de Bogotá. Assim, antes de 1950, vários membros do clero colombiano conheciam São Sulpício e apreciavam, entre outras coisas, seu método colegiado de formação.

O Seminário de Manizales
Em dezembro de 1901, o primeiro Bispo de Manizales, Dom Gregório Nacianceno, funda um seminário de fórmula tridentina. Em setembro de 1947, um de seus sucessores, Dom Luis Concha, convida o superior provincial dos Padres de São Sulpício de Montreal, Monsenhor Henri Jeannotte, PSS, a aceitar a direção do seminário. Já solicitado do Peru pelo bispo de Arequipa, em seguida, pelos bispos da região de Lima, o Conselho Provincial, presidido por um novo provincial, o Padre Maximiliano Lacombe, PSS, opta por Manizales no dia 19 de abril de 1949.

Fernand
              Paradis, PSS  
Padre Fernand Paradis, PSS

O primeiro reitor sulpiciano, o Padre Fernand Paradis, PSS, acompanhado pelo Padre Claude Allard, PSS, chega à Colômbia em novembro do mesmo ano. Inspirados pelo carisma de formador e de missionário que animava seu fundador Jean-Jacques Olier, eles começam a presença de São Sulpício na Colômbia, uma presença que, posteriormente, se estenderá à América Central, e outros países de América Latina, até o Brasil. Justificadamente, o Padre Fernand Paradis, PSS, é considerado o fundador de São Sulpício na América Latina.

Manizales
Capela.
Manizales
Áreas de esportes e montanhas.
Ele se dedica primeiro à aprendizagem do espanhol, em seguida, no início do ano acadêmico em fevereiro de 1950, assume a liderança do seminário que conta então com 67 seminaristas. Dois outros Sulpicianos, Padres Alfred Morin e Raymond-Marie Léger, se juntam ao grupo logo depois. O seminário cresce rapidamente. Se em 1948, tem 42 alunos, em 1954 ele contará com 135.

Os reitores do Seminário de Manizales eram os Padres:
  1. Fernand Paradis 1950-1956 (junho) 

  2. Alfred Morin 1956 (julho) - 1960 

  3. Édouard Gagnon 1961-1964 (junho) 

  4. Rodrigo Arango Velásquez 1964 (julho) - 1967 

  5. Alfredo Botero Maya 1968 

  6. Álvaro José Jaramillo Echeverri 1969 

  7. Gustavo Baena Bustamante 1970 (janeiro-junho) 

  8. Oscar Duque Estrada 1970 (agosto-dezembro) 

  9. Émilius Goulet 1971-1976 

  10. Louis-Paul Gauvreau 1977-1980 

  11. Jorge Jaramillo Laverde 1981-1983 

  12. Marc Ouellet 1984-1988 

  13. Arturo Cardona Chica 1989-1992 

  14. Gregorio León López 1993-1994 

  15. Carlos Ballén Silva 1995-1999 

  16. Héctor Epalza Quintero 2000-2004 (junho)

Em julho de 2004, a direção do seminário foi confiada pelo arcebispo de Manizales ao clero da diocese. Em julho de 2012, a pedido do Arcebispo de Manizales, S.E. Gonzalo Restrepo R., dois membros da Província do Canadá de São Sulpício, Padres Joaquín Cortés e Bernabé Echeverry, colaboram como membros da equipe de formação do seminário.


ed @ Peter Krasuski Source http://www.sulpc.org/ed/sem_manizales_pt.html

© 2018 Padres de São Sulpício de Montreal. Todos os direitos reservados. | Realização
Versão para
impressão  Imprimir
Comentários
Recomendar
Menu