www.sulpc.org www.sulpc.org
Bem-vindo
Palavra do Provincial
Companhia
Província do Canadá
Notícias
Serviços
Obras
Como Tornar-se Sulpiciano
Publicações
Doações
Interação
Mapa do Site
Espaço Privado
Ofertas de Emprego
Link
Busca
Missão e Pedagogia

Missão e pedagogia

Missão

A Companhia de São Sulpício tem um único objetivo: servir aqueles que são ordenados para o ministério sacerdotal (Constituições, art. 1), padres e futuros padres. A fim de permanecer pertos dos que servem, continuam sacerdotes diocesanos e permanecem incardinados na sua Diocese de origem. Eles não fazem votos ou promessas especiais, mas estão unidos pela caridade sacerdotal e pela vontade de realizar o ministério sob a autoridade de seus superiores, com a ajuda e as obrigações de uma vida comunitária.

As Constituições da Companhia confirmam o seguinte:

Consagrada a Jesus Cristo, Sumo Sacerdote, a Companhia dos Padres de São Sulpício, nascida do apostolado de Jean-Jacques Olier, seu fundador, é uma sociedade de padres diocesanos que têm como missão o serviço dos ordenados ao ministério presbiteral.

Com essa preocupação fundamental dedicam-se ao discernimento das vocações, à formação inicial e permanente dos presbíteros, ou exercem outros ministérios. Fazem-se com o fim de educar na “vida interior” e de formar o “espírito apostólico”.

A Companhia é uma sociedade de vida apostólica de direito pontifício. (art. 1)


Ao colaborar com os Bispos, a Companhia quer comungar da preocupação de toda a Igreja e ocupar seu lugar no intercâmbio entre Igrejas particulares. Como conseqüência, seus membros podem ser chamados a exercer suas funções em paises afastados de seu lugar de origem. Onde quer que se encontrem “orientarão, por conseguinte. O zelo pastoral de forma que seja útil para a dilatação do Evangelho entre os não cristãos” (art. 3).

Esse serviço, ainda que variado na sua expressão, está orientado para um mesmo fim último: ajudar os candidatos ao ministério a enraizarem-se no Espírito de Cristo, Mestre, Sacerdote e Pastor, e chegarem a ser aptos para “exercer o ministério do ensino, da santificação e da condução do Povo de Deus” (art. 12).


Pedagogia


A abordagem de formação da Companhia é fruto de uma longa e refletida experiência. Ela pode ser retomada nas diretrizes enumeradas no artigo 14 das Constituições da seguinte forma:
  1. O exercício colegial da responsabilidade que se aplica em primeiro lugar à formação de professores, mas que também pede a colaboração dos candidatos para o ministério, do clero diocesano e de outros membros da comunidade cristã
  2. A verdadeira vida comunitária de diretores e candidatos, de modo a constituir uma "comunidade educadora", que se prepara para a co-responsabilidade e que permite uma confrontação necessária e um melhor discernimento das vocações.
  3. A iniciação progressiva para uma vida espiritual pessoal, que é conseguida sobretudo através da direção espiritual regular.
  4. Uma grande preocupação para a liberdade espiritual dos candidatos, enfatizada por uma distinção clara entre a responsabilidade do Conselho e que do diretor espiritual.
  5. A constante busca pela união com Cristo, em quem os sacerdotes descobrir a unidade de suas vidas.

A pedagogia de São Sulpício enfatiza: a responsabilidade colegial em todos os níveis (art. 15 e 17), a relação com outros ministérios e o contato com as realidades da Igreja e do mundo (art. 16), o papel da direção espiritual e a função de gestão dos diretores espirituais no ensino, produção acadêmica e literária (art. 18-23), a perspectiva pastoral e missionária da formação e do ministério sacerdotal (art. 1-3 e 10-12), a comunidade educadora sob a responsabilidade do Superior (art. 24), a vida em comunidade com os seminaristas (art. 25) e, finalmente, o fato de que os seminários constituem centros de reflexão teológica e pastoral importantes para uma diocese ou uma região (art. 26).

Sobre a vida em comunidade, lemos nas Constituições:

Convencidos de que a partilha de sua vida sacerdotal é a lição mais profunda e eficaz, a Padres de São Sulpício viver em comunidade perto com os candidatos para o ministério. Eles promovem um verdadeiro diálogo que permitirá que todos se sintam responsáveis a uma comunidade. Porque não será descoberto, testado nas condições concretas do exercício do ministério na Igreja, sob o duplo aspecto da vida da comunidade e participação em uma missão comum. É dentro desse contexto que irá ocorrer mais claramente as competências do departamento. (art. 25)

Para aprofundar este tema, consulte os seguintes documentos:
  • COMPAGNIE DE SAINT-SULPICE, Histoire, mission et esprit, Paris, Imprimerie Laboureur, 1985, 20 pp.
  • COMPAGNIE DE SAINT-SULPICE, Pratiques pédagogiques et tradition spirituelle, Paris, Imprimerie Laboureur, 1985, 20 pp.
  • COMPAGNIE DE SAINT-SULPICE, Directoire spirituel pour la formation au ministère presbytéral, Paris, Imprimerie Laboureur, 1985, 27 pp.
  • BUREAU D'ÉTUDE ET DE RECHERCHES DE LA PROVINCE DE LA FRANCE DE LA COMPAGNIE DES PRÊTRES DE SAINT-SULPICE, Une pédagogie de la liberté. Notes pédagogiques sur la formation des prêtres aujourd'hui, [s.l.], [s.é.], 2009, 2e éd., 88 pp.
ed @ Peter Krasuski Source
    http://www.sulpc.org/ed/mission_pt.html

© 2018 Padres de São Sulpício de Montreal. Todos os direitos reservados. | Realização
Versão para
impressão  Imprimir
Comentários
Recomendar
Menu